} Em último recurso no STF, ex-prefeita de Vilhena é derrotada por unanimidade | FM POSITIVA

Em último recurso no STF, ex-prefeita de Vilhena é derrotada por unanimidade

A defesa da ex-prefeita de Vilhena, Rosani Donadon (MDB), perdeu na semana passada o último recurso para tentar anular a cassação de seu mandato. Rosani foi afastada no ano passado, após o TSE julgar que ela estava inelegível no ano anterior, quando venceu o atual prefeito, Eduardo Japonês (PV). Na eleição suplementar de 2018, sem estar apta para a nova disputa, a emebista encarou novamente as urnas, mas foi derrotada pelo mesmo oponente.

Foi apurado que, na semana passada, o recurso da vilhenense foi julgado pela 2ª Turma do STF. Em sua ação, Rosani pedia para retornar ao poder, uma vez que teria sido prejudicada pela mudança de entendimento da Justiça Eleitoral quanto à sua situação. Tratava-se de um agravo contra a decisão do TSE que, após condená-la, não aceitou que o caso seguisse para o Supremo.

O caso foi relatado pelo ministro Ricardo Lewandowski, que considerou que a decisão final sobre o destino de Rosani estava “em harmonia” com a jurisprudência da Corte. A derrota da ex-prefeita foi por unanimidade e, agora, ela não pode mais contestar a perda do cargo.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*